quinta-feira, 22 de setembro de 2016

O Desânimo Que a Blogosfera Tem Me Dado

Quem me acompanha aqui no blog já percebeu que eu estou bem afastada, os posts demoram para sair, mas isso não é proposital, existem uma série de coisas que vejo acontecendo com frequência e fizeram com que eu desanimasse - e muito - de postar e seguir com o blog. 

Todo o conteúdo produzido aqui é sobre coisas que eu realmente gosto ou que possam ajudar as pessoas que acessam ele, seja na categoria de freebies, textos, filmes, seriados ou até mesmo dando meus singelos conselhos. 

Ando profundamente incomodada com tudo o que vejo acontecendo. Os conteúdos estão ficando cada vez mais iguais. A internet proporcionou demais oportunidade para uma minoria - graças a criatividade de cada um - e o restante das pessoas começam a observar que aquilo estava relativamente dando certo para uns e ao invés de criarem um conteúdo novo, essas pessoas preferiram a opção de sair copiando aquilo em que se “inspiram” para tentar obter o mesmo sucesso, e não é bem assim, meus prezados colegas! 

Ando a procura de blogs menos vendidos e com mais personalidade, que falem mais do cotidiano e menos de marcas, que mostrem o quanto todos somos reais, sem aquela vida de gente na embalagem de margarina.  

Centenas de blogs fazendo o mesmo DIY, a resenha do mesmo livro, do mesmo BB Cream e do mesmo batom. Eu sei o quanto é árduo criar conteúdo novo, mas é necessário. Ok, você pode falar sobre maquiagem - na verdade, você pode falar do que quiser - mas por exemplo, ao invés de falar daquele batom que já existem outras 800 resenhas iguais você pode falar de um produto X que você gostou, mas não que não é muito conhecido. 

AGORA FOCO NO QUE VOU DIZER A SEGUIR...

Tem coisa mais chata do que alguém se achar superior? Não, não tem! E ainda há quem diga: “Sou melhor porque sou da blogosfera old school”. Eu realmente cansei de ver blogueiras se colocando no topo do Monte Everest por ter criado seu blog há mais 6, 7, 8, 9...10 anos, achando que sua opinião e conteúdo são melhores do que de quem entrou no ramo há menos de um ano. Não interessa se você bloga desde o tempo da internet discada, o que vale é o que você faz hoje e se a sua experiência é realmente um diferencial para quem acessa seu blog.

Se você não postar toda semana look do dia, ostentar o que você tem ou não mostrar o quanto você é riquíssima e que sua vida é excelente, seu blog não vai fazer sucesso. Quer contar uma situação triste que aconteceu no seu dia ou postar aquele texto que você escreveu em uma noite de insônia? Você não pode! 

Blog de sucesso tem que seguir a fórmula das blogueiras que fazem sucesso. Seu feed do Instagram precisa seguir um padrão, seu layout tem que ser idêntico ao das blogueiras gringas, se não, ninguém vai gostar de visitar sua página, se você não mostrar cada detalhe da sua necessaire e os apps que estão no seu celular as suas visualizações vão cair. Gente, para! Tá tudo errado. 

Você pensa em um post legal, desenvolve, monta-o, e então posta e pensa: "Poxa, que sensação boa, acho que alguém vai gostar ou eu vou poder ajudar alguém com isso." Bom, na verdade não é bem assim, as pessoas gostam mesmo é de deixar o link delas nos comentários e claramente sequer ler o que você escreveu. 

A recíproca precisa ser verdadeira, as pessoas estão mendingando likes cada vez mais em fan page, feed de Instagram, em grupos e curtindo apenas com retribuições. Não é errado se divulgar, eu também divulgo o Danielices, mas só se eu realmente for deixar algum comentário relevante no blog de alguém, daí vou e deixou meu link, mas caso contrário, deixar o link por deixar é algo tão chato. Eu particularmente visito todos os links que deixam aqui, mas são os das pessoas que realmente deixaram sua opinião ou falaram algo de coração que eu vou dar a devida relevância. 

Não publique por publicar, não queira essa fama avassaladora e repentina, fique por aqui para acrescentar. 

Um beijo e até mais.

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Uma Carta Para Meu Futuro Namorado

Oi, meu Amor! 
Tudo bem? 

Espero que não se assuste com o fato de te chamar de “amor”, assim, logo de cara, é que eu nunca mais vou te chamar de outra coisa além desse substantivo. 

Eu preciso te dizer algumas coisas antes que a gente se conheça, ou, talvez, a gente até já se conheça, mas mesmo assim, eu ainda preciso que saiba. 

Eu não me importo com os teus antigos relacionamentos, pelo contrário, ainda bem que você viveu todos eles, pois eles fizeram com que você pudesse amadurecer com os erros comitidos e ser essa pessoa que é hoje.

Espero que possa compreender meu ciúme, mas não tenha medo, entenda que esse sentimento é novo para mim. Eu sempre me privei e já deixei de me envolver com certos caras por medo deste sentimento e que ele saísse do meu controle, é que eu só tenho receio de te perder, apenas espero que me respeite da mesma forma que irei te respeitar. Terá que ser você a oferecer-me a segurança que preciso.

Quero que tenha sua liberdade tanto quanto eu quero e preciso da minha, nem sempre vamos estar juntos, temos outros laços afetivos que devem ser cultivados. Vamos precisar disso para que possamos ter histórias para contar antes de ir dormir, e a gente vai rir muito de cada uma. 

Quando tiver problemas com sua mãe não prometo ficar sempre do seu lado, me desculpe, afinal, ela também é alguém muito especial para mim e eu vou querer sempre que vocês estejam bem, e eu vou dar um puxão de orelha em você se for preciso. 

Vou te fazer rir até chorar, você vai descobrir que dentro de mim existe uma grande palhaçona que ama fazer gracinha a maior parte do tempo. Você vai ter que dançar comigo, pular, fazer imitações e interpretações. Ah, e nós vamos cantar, vamos cantar muito, então, prepare o repertório. 

Seja sempre sincero comigo, como uma boa virginiana eu não consigo aguentar dramas e conversas mal resolvidas, gosto da verdade nua e crua e vamos encarar qualquer problema que o destino possa trazer. 

Uma coisa na qual me importo – e muito – é que você seja quem você é. E que eu sinta que tenho liberdade para ser quem sou.

Eu ainda tô aproveitando muito a minha vida, tô saindo com meus amigos e vivendo histórias hilárias a cada vez que saímos, eu tô conhecendo alguns carinhas também, mas não é nada demais, até que você resolva aparecer. 

Foto: Tumblr
Este texto é da minha autoria, caso queira reproduzi-lo em algum lugar, favor mencionar o blog ou a fan page

segunda-feira, 4 de julho de 2016

#LookdaDani: Blazer e Short Jeans

Na semana passada eu e a Dani Nogueira do blog Mimimi e Fofurices fomos dar um passeio pela Pinacoteca, um dos pontos turísticos culturais e mais bonitos daqui de São Paulo, aproveitamos o dia também para poder tirar algumas fotos, e é claro, pra mostrar o look do dia pra vocês.

Eu estava muito frustrada antes de sair de casa, com aquela velha mania de achar que eu NÃO TEM ROUPA PRA SAIR, fiquei olhando por horas o guarda roupa pra poder encontrar algo que se encaixasse com o tipo de local que iriamos, então uma luzinha milagrosa veio na mente e resolvi misturar o social com o casual. Gostei bastante dessa combinação, as peças são bem larguinhas e eu estava confortável, que na verdade, é o que realmente importa.

A temperatura do dia estava ótima, permitiu que eu misturasse o short com o blazer, pra dar um ar mais sério ao look, e uma simples e básica camiseta branca, aquele coringa que todo mundo tem no armário que faz toda a diferença.

O que acharam da composição? Me contem a opinião de vocês nos comentários, e digam também se vocês usariam ou usam esse tipo de look.

Blazer: Sem Marca / Camiseta: Riachuelo / Bota: Moleca / Short Jeans: Khelf  / Cinto: C&A
Fotos por Dani Nogueira

Tecnologia do Blogger.
danielices.com © , Todos os Direitos Reservados. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.